Posts Marcados Com: Bergamo

Porta Nuova

Alinhada com a porta de San Giacomo, fica a via que recebe 3 nomes, Vittorio Emanuele, Viale Roma e Viale papa Giovani XXIII.

by Victor Pina Schmidt

Porta San Giacomo Emoldurando a Porta Nuova

Nessa via temos o que se chama a porta nova, onde fica o centro da cidade de Bergamo Moderna, a cidade baixa.

O que é muito interessante desse alinhamento é que a Porta de San Giacomo emoldura a cidade baixa e a cidade baixa emoldura a porta, dependendo do  lado que você está. Algo como uma dualidade Antigo/Novo que vemos por toda a Itália.

by Victro Pina Schmidt

Porta Nuova emoldurando a Porta de San Giacomo

Na Porta nova fica a sede de inúmeros bancos, um deles a Banca Populare de Bergamo.

by Victro Pina Schmidt

Via Roma Com Porta de San Giacomo ao Fundo

Na porta nova fica também a prefeitura o teatro Gaetano Donizetti o convento S. Bartolomeo e a igreja de Santa Maria Immacolata delle Grazie

by Victro Pina Schmidt

Torre dei Caduti di Bergamo ao lado da Banca Populare di Bergamo

A Torre dei Caduti di Bergamo, que homenageia os soldados da Primeira guerra mundial e foi inaugurada em 1924.



Categorias: Fotos de Bergamo, Geral, história | Tags: , , , | Deixe um comentário

4 Porte di Bergamo

A cidade Alta de Bergamo é rodeada pelas muralhas venetas. Essa muralha é constituída de inúmeros baluartes, plataformas, guaritas e as 4 portas.

As quatro portas recebem nomes de santos e são cartões postais da cidade. Nas quatro se pode ver o “Simbolo della Serenissima” o leão alado de São Marco que foi o simbolo da republica de Veneza.

Simbolo della Serenissima By VPS

Simbolo della Serenissima

A mais famosa e mais turística é a  Porta San Giacomo que fica voltada para o centro da cidade, é toda branca e demostra muito bem o estilo de construção medieval. Essa porta só pode ser acessada por pedestres e pessoas em bicicletas, sendo a unica que não permite a passagem de carros.

Porta San Giacomo by VPS

Porta San Giacomo

Do mesmo lado das muralhas temos a  Porta Sant’Agostino, uma porta larga asfaltada sendo essa a rua principal para quem quer acessar a cidade de carro.  No detalha curioso um Citroen 2CV passando pela muralha.

Porta Sant'Agostino By VPS

Porta Sant’Agostino

Do lado oposto da muralha se encontram duas outras portas, a Porta Sant’Alessandro ( o patrono da cidade é Sant’ Alessandro di Bergamo) e a Porta San Lorenzo que também é conhecida como porta de Garibaldi, pois foi por essa que o heroi italiano passou em sua campanha pela região.

Porta Sant'Alessandro By VPs

Porta Sant’Alessandro

Porta San Lorenzo By VPs

Porta San Lorenzo AKA Porta Garibaldi

Categorias: Fotos, Fotos de Bergamo, Geral, história | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Um dia na città alta di bergamo

Città Alta  ruas estreitas

A città Alta de Bergamo é uma experiência maravilhosa como já disse em post anteriores, hoje vou postar uma série de fotos para tentar mostrar um contraste que existe nela que eu acho muito legal. Esse contraste é a convivência entre as centenas de turista e os moradores que tentam manter suas vidas da forma mais pacata possível.

Carro na Città alta

Como a cidade foi construída a séculos e nunca foi modificada a convivência entre carros e pedestre é quase impossível, sendo possível apenas aos moradores trafegarem com carros pequenos nas ruas mais centrais da cidade alta.

Oras na Città Alta

Por ser um centro histórico a cidade alta exige muita conservação e obras desse tipo são vistas por todos os lados.

Salumeria na Città Alta

Os comerciantes vivem um duo de vendas para os turistas e o stress e a bagunça que não agrada muito eles

Ruas pacatas na Città Alta

Mas se nos afastarmos do centro da cidade e das áreas turísticas ainda é possível ver regiões pacatas, silenciosas e com aquele ar de cidade pequena italiana.

Porta di Pantano

Categorias: Fotos, Fotos de Bergamo, Geral, história | Tags: , , , | 2 Comentários

Polenta e Osei o bolo característico de Bergamo

Chegando na cidade alta existe um doce que está presente em todos os lugares, esse doce/bolo se chama Polenta e Osei . Traduzindo literalmente o nome do doce seria polenta com passarinhos embora o bolo não tenha nada de polenta nem de passarinho, apenas a aparência e o nome. Esse doce é feito em varios tamanhos, de porções individuais a bolos maiores para 5 a 6 pessoas.

Polenta e Osei Grande porção individua

Um doce centenário, tradicional da cultura Bergamasca, a sua invenção é atribuída ou a a doceria Balzer próximo ao teatro Donizetti de Bergamo ou ao estabelecimento   que ficava no mesmo lugar antes da Doceria Balzer  a Dolceria Isacchi.

Polenta e Osei Grande

O doce é feito com um bolo branco recheado com creme de chocolates e avelã e rum, enfeitado com um passarinho de marzipã e chocolate.

Polenta e Osei dentro

Categorias: Geral, Pratos Típicos | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Funicolare di Bergamo Alta

Na minha ultima viagem a Bergamo pude conhecer melhor a cidade alta, uma cidade medieval perfeitamente conservada e linda.

Vou publicar uma série de post apenas com fotos e comentários sobre essa área turística, histórica e que eu ainda quero conhecer melhor.

Depois de algumas idas a pé e uma tentativa frustrada de ir para a cidade alta de carro, eu recomendo utilizar a Funicolare di Bergamo Alta para chegar dentro das muralhas.

Estação Funicolare di Bergamo

A Funicolare di Bergamo Alta é um trem Funicular ou seja é um trem de cabos que circula sobre trilho. Funiculares conhecido no Brasil estão em Paranapiacaba e em Salvador (Plano inclinado Gonçalves). A versão bergamasca data de 1888 e teve sua ultima atualização feita em 1988.

Estação Funicolare di Bergamo Vagões

A viagem é barata e pode ser feita com o mesmo bilhete que você utiliza no ônibus da cidade. A viagens são curtas mas demoram um pouco, nada que incomode quem está a passeio e quer aproveitar.

Funicolare di Bergamo

A Funicolare passa debaixo das muralhas e chega bem próxima a vários pontos turísticos .

Funicolare di Bergamo passagem pelas muralhas 2

Funicolare di Bergamo passagem pelas muralhas

Segue abaixo um mapa da cidade alta mostrando todos os pontos turísticos e onde  a funicolar chaga na cidade (letra A no mapa).

Mapa Cidade Alta

Chegando a città Alta entramos em um túnel do tempo com ruas apertadas, prédios baixos, calçadas rusticas e afrescos nas faixadas.

Vista da Saída da funicolare na Città Alta

Categorias: Fotos, Fotos de Bergamo, Geral, história | Tags: , , , | Deixe um comentário

Frango Cordon Bleu a Bergamasca

Fazendo justiça ao nome do Blog vou demonstrar uma receita usando o delicioso queijo taleggio.

Frango Cordon Bleu

Frango Cordon Bleu a Bergamasca

Essa receita eu inventei usando ingredientes que estavam disponíveis na geladeira da minha Zia quando eu estava passando um tempo com ela em Bergamo. Tentei fazer algo como uma releitura do clássico frango Cordon Bleu.

O frango a Cordon Bleu é uma prato americano que nada tem a ver com a clássica escola francesa de mesmo nome. segundo o site http://www.foodtimeline.org/ o  frango Cordon Bleu surgiu de variações de pratos feitos com vitela. Sua primeira aparição data de 1958 no jornal LA Times.

ingredientes frango Cordon Bleu

Para minha variante a Bergamasca segue os seguintes ingredientes:

330g de filé de  peito de peru

2 fatias de presunto tipo Parma (de preferência San Danielle)

2 fatias grossas de queijo taleggio descascado

ovo e farinha de rosca para empanar

manteiga e salvia para fritar.

sal e pimenta do reino

Preparo:

Abra os peitos ao meio deixando um lado sem cortar para segurar tudo junto. Tempere com sal e pimenta,  coloque uma fatia de presunto, uma de queijo taleggio e uma folha de salvia dentro dos peitos.

Com cuidado feche e empane passando no ovo e na farinha de rosca.

ingredientes frango Cordon Bleu na panela

Frite em uma frigideira com muita manteiga e duas folhas de salvia. O segredo é manter o fogo baixo para cozinhar bem o peito sem queimar a casca não esquecendo de apenas virar o peito uma vez.

Para servir eu recomendo como acompanhamentos carciofini no azeite e pão italiano.

Categorias: Receitas Novas | Tags: , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Il Ritorno – O Retorno

Depois de meses ausentes volto hoje a postar. Mudei o visual do Blog e pretendo voltar a  postar semanalmente novos conteúdos com receitas, informações e dicas sobra a maravilhosa cultura Bergamasca.

Città alta

Città alta Bergamo

Hoje para começar vou publicar uma panorâmica que fiz dos muros da cidade alta de Bergamo.  Tirei essa foto da sacada do apartamento da minha querida Zia em Bergamo.

Recomendo clicar na imagem para navegar nela em tamanho grande e ver os detalhes.

Categorias: Fotos, Geral | Tags: , , , | Deixe um comentário

Fotos – Foto di Bergamo

Estou pesquisando para fazer um post com vários antepasto, receitas rápidas e ótimas para iniciar uma boa refeição.

Enquanto não termino a pesquisa vou postar algumas fotos que tirei de Bergamo.

A cidade antiga ( Città Alta) data do sec XVI e como Bergamo foi uma das poucas cidades que não foram bombardeadas na segunda guerra mundial, está muito bem conservada.

Para acessar a cidade deve-se passar por lindos portões decorados com os leões de Veneza (que dominou a cidade por alguns séculos).

By Victor Pina Schmidt

Porta San Giacomo

No centro da cidade se encontra a igreja de Santa Maria Maggiore uma das igrejas com mais afrescos que já vi na Itália.

By victor Pina Schmidt

Santa Maria Maggiore

Ainda na  cidade antiga temos o palácio da cidade, também adornado com o leão de Veneza e com uma linda torre ao lado.

By victor Pina Schmidt

Palazzo della Ragione

DA cidade Alta temos uma linda vista da cidade de baixo. Como eu mencionei, Bergamo não foi bombardeada na segunda guerra mundial. Para agradecer isso foi construída a igreja de S. Lucia (na vista “aérea”, é o domo verde)

By Victor Pina Schmidt

Bergamo vista de cima

As fotos são bonitas e me trazem boas lembranças e garanto que não existe nada como visitar essa maravilhosa cidade para se apaixonar por ela como eu me apaixonei.

Categorias: Fotos de Bergamo, Geral, história | Tags: , | Deixe um comentário

Polenta Taragna

A Polenta Taragna é um prato típico dos vales das regiões bergamascas e Brescianas. Tem como diferencial a presença da farinha de trigo sarraceno (Fagopyrum esculentum), manteiga e queijos moles em sua composição. Seu nome vem da palavra Tarai, que é o nome dado ao bastão de madeira que é utilizado no seu preparo tradicional.

Como curiosidade o trigo sarraceno é rico em Rutina (vitamina P), que ajuda no fortalecimento dos vasos capilares, diminuindo o aparecimento de microvarizes e ajudando no tratamento de edemas.

A receita que eu posto hoje veio direto da Itália, enviada pela minha Zia. Nunca havia preparado esse tipo de polenta, apenas deliciei-me com essa maravilha acompanhado de porcini frescos na manteiga e carne de cervo, em um restaurante na Val Brembana.

Vamos a tradução:

Polenta Taragna (4 pessoas)

400g de Fubá (pode colocar 1/3 de sêmola de milho para melhorar a textura pois nosso fubá é muito fino)

1500 g de água (1,5 L)

1 colher de sopa de óleo (pode ser canola ou milho, nada de soja)

1 colher de sopa de sal grosso

1/2 pão seco(de preferência um pão massudo como o italiano ou o português)

Manteiga

Salvia

Queijos tipo  Fontina, Taleggio, Branzi e Bitto.

Modo de preparo:

Coloque a água para ferver com o óleo, o sal e o pão. Adicione a farinha, que pode ser: somente fubá, fubá mais sêmola ou fubá mais sêmola mais o trigo sarraceno (ai via do que tiver a disposição).

Deixe cozinhar por 45 minutos, mexendo muito bem, se grudar no funda da panela é normal. Apague o fogo, adicione a manteiga (derretida com a salvia junto) e os queijos, misture bem e sirva. Lembrando que é normal essa polenta ficar firme, e não mole como muitos estão acostumados.

Para adaptar os queijos a variedades mais baratas no Brasil podemos colocar mussarela, um queijo com 10% de leite de cabra e brie ou camembert (não dá aquele “kick” do taleggio, mas dá pro gasto)

Não tem as quantidades da manteiga e dos queijos porque isso vai ao gosto de quem está preparando e o quanto pesada você quer deixar a polenta.

Categorias: Pratos Típicos | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Casonsèi – La pasta in mio cuore

Quando penso em festas com a família ou nas visitas que fiz a parentes na região de Bergamo, um prato que sempre vem a mente são os casonsèi. É um prato gostoso de se ver preparando e que para mim gera uma alegria só de ver a panela chegando a mesa.

Prato de casonsei (by VPS)

Como o titulo do post diz, essa é a massa que está no meu coração. Por todos os momentos maravilhosos e alegres que eu vivi  que tinham no cardápio cansonsei. Não só comer mas a própria preparação da massa e do prato  já remetem a momentos de alegria.

Feitos com massa fresca e tradicionalmente recheados com carne e especiarias, os casonsei são a massa mais conhecida da região de Bergamo e uma das massas mais apreciadas por quem visita Bergamo. Junto com a polenta são pratos de origem humildes, que com o tempo ganharam uma lugar de destaque na culinária italiana.

Os CASONCELLI (casonsèi no dialeto Bergamasco) foram criados pelas pessoas com menor renda para aproveitar as sobras das carnes nas cozinhas. Em tempos de crise contam os mais velhos que a carne era tirada e os cansosei eram recheados apenas com pão, queijo e especiarias. Os registros mostram que eles saíram das cozinhas mais pobres e entraram para os grandes salões em meados do sec. XIX e desde então figura como um símbolo Bergamasco. Seu nome vem do seu formato que lembra vagamente o formato dos sapatos de panos usados antigamente naquela região.

A maneira mais tradicional de comê-lo é como primeiro prato servido apenas com queijo ralado e manteiga derretida com salvia, pode parecer simples, mas o resultado é divino.

Minha prima Rosalba fazendo casonsei (by vps)

Como a maioria dos pratos mais tradicionais cada pessoa tem uma receita, passada de geração em geração e guardada a sete chaves. Já provei variações servidas com castanha portuguesa no recheio e também com e sem amarreti, mas para mim a receita que minha nona fazia  não tem igual.

Segue a receita:

Para a massa:

Farinha branca para massa 1 kg
3 ovos inteiros
Água

O preparo é fácil, coloque a farinha em um montinho, faça um furinho no meio com a mão e coloque os 3 ovos e um pouco de água. Com cuidado pegue a farinha de fora e coloque ara dentro. Coloque mais água até a massa ficar firme e homogênea.

Sove muito bem e abra ela até a menor espessura que você conseguir, casoncelli não podem ter a massa grossa. Eu uso uma maquina de abrir massa manual e abro até a ultima medida possivel na maquina.

Para o recheio

Farinha de rosca 250 gr.
2 ovos
Grana padano 150 gr.
Salame, lingüiça fresca, copa ou carne de porco moída e temperada a gosto  300 gr.
Carne moída cozida temperada a gosto 200 gr
Amaretto ½  cálice
Especiaria a gosto (noz moscada, canela, pimenta branca e do reino, gengibre em pó, páprica)

Alho e salsinha

1 tablete de caldo de carne (tipo maggi ou knorr)

50 gr de Manteiga derretida.

Para preparar o recheio misture todos os ingredientes numa travessa. Para dar a liga dissolva o caldo em água quente e adicione até estar no ponto para ser modelado em bolinhas

Coloquei na receita  especiarias a gosto porque cada um tempera do jeito que mais agradar, uns gostam mais forte outros gostam mais fraco. Se desejar pode adicionar também uvas passar e pêra ao recheio (eu nunca coloco)

Preparo final

Corte a massa com um copo e coloque o recheio no meio,  pincele as bordas com gema de ovo  dobre e com a ajuda de um garfo feche bem. Outra forma é cortar em discos de 6/8 cm e colocar um disco sobre o outro com o recheio no meio.

Cozinhe em água abundante (eu coloco um caldo dentro pra dar mais sabor), quando a massa boiar ela esta cozida,  pode escorrer um a um e colocar num grande tigela

Depois de escorrer a massa, numa panelinha coloque 250g de manteiga sem sal e folhas de salvia fresca. A manteiga ira espumar, quando essa espuma sumir e a manteiga ficar marrom está pronto (se você quiser pode colocar pancetta junto). Coloque queijo grana padano ralado sobre os casonsèi e derrame a manteiga por cima. Se preferir em vez de montar tudo numa grande tigela pode colocar ele em pratos fundos e colocar o queijo e a manteiga individualmente.

Essa receita dá trabalho e normalmente preparo a massa em um dia, coloco protegida por papel vegetal na geladeira ou no congelador e cozinho no dia seguinte.  Mas se bem feita eu garanto que não existe massa mais saborosa.

Categorias: Pratos Típicos | Tags: , , , , , | 1 Comentário

Blog no WordPress.com.